Pesquisar por:

0-9 | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | k | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

LARVAS (PESQUISA)

Código: PEL

Material: Fezes

Sinônimo:

Volume: Variável

Método: Método de Hoffmann

Volume Lab.:

Rotina: Diária

Resultado: 1 dia

Temperatura: Refrigerado

Coleta: O paciente não deve utilizar medicamentos ou produtos químicos por um período de 7 a 10 dias antes da colheita das fezes. As fezes devem ser colhidas em penico ou em um recipiente limpo e seco, ou em folha de papel limpo e transferidas para o frasco coletor limpo e seco, o qual deve ser de plástico, com boca larga e tampa de rosca. Recolher cerca de 20 a 30g de fezes recentemente emitidas.

Código SUS: 

Código CBHPM: 

Interpretação: O exame microscópico permite visualizar os estágios de diagnósticos dos protozoários (cistos, trofozoítos, oocistos e esporos) e dos helmintos (ovos, larvas e vermes pequenos) na amostra do paciente.

 

GLICOSE- TESTE DE TOLERANCIA

Código: TTG

Material: Plasma Fluoretado

Sinônimo: Curva Glicêmica, Curva de Glicose, Teste Tolerância a Glicose.

Volume: Variável

Método:  Enzimático

Volume Lab.: Variável

Rotina: Diária

Resultado: 1 dia.

Temperatura: Refrigerado.

Coleta: Coletar a amostra basal para dosagem de glicose. Administrar via oral 75 gramas de glicose para adultos e 1,75 g/Kg de peso para crianças (máximo de 75 g). Colher seguintes amostras conforme requisição médica.

Código SUS: 

Código CBHPM: 

Interpretação: Níveis altos de glicose em geral indicam diabetes, mas muitas outras doenças e estados clínicos podem causar hiperglicemia. Os diagnósticos baseiam-se em recomendações da American Diabetes Association.

 

La (SSB), EIE – ANTICORPO ANTI

Material: soro

Sinônimo: ANTI LA

Volume: 1.0 mL

Método: Fluorimetria

Volume Lab.: 1.0 mL

Rotina: 3ª e 5ª feira

Resultado: 6 dias

Temperatura: Refrigerado

Coleta: Jejum não obrigatório. Coletar soro.

Código SUS: 0202030369

Código CBHPM: 4.03.06.08-9

Interpretação:
Uso: diagnóstico de Síndrome de Sjögren e outras doenças autoimunes como Lupus Eritematoso Sistêmico.
O antígeno LA (SSB) é uma ribonucleoproteína utilizada na transcrição protéica, associada ao RNA, podendo ser encontrada no citoplasma. Está presente em 50 a 60% dos casos de Síndrome de Sjögren e em 10% dos casos de Lupus Eritematoso Sistêmico. Quando se utilizam células HEp-2 como substrato na reação de imunofluorescência, para a pesquisa de anticorpos antinucleares (técnica complementar), o padrão encontrado (positivo) é filamentoso, fino ou atípico. O diagnóstico laboratorial definitivo é realizado por enzimaimunoensaio.